terça-feira, 3 de novembro de 2020

Os sete devocionais

"Já agora a coroa da retidão me está guardada, a qual o Rei, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda." 2 Timóteo 4.8

A esta altura o nosso apóstolo, o apóstolo dos gentios, estava para ter sua pena de morte executada. Então ele deixa a Timóteo um reforço da mensagem a que dedicara quase toda sua vida adulta: há uma coroa guardada para os que almejam a vinda, ou seja, o Reino milenar, do Salvador!

Motivos não faltam para, com alguma empatia social, querermos ver a igualdade e bondade reinar por mil anos sob o absoluto comando do Piedoso que morreu (e que ressuscitou) por sua Noiva. No entanto somos, nós os que cremos, como dez virgens (Mateus 25.1-13) prometidas a este Noivo fiel: metade de nós já nem acredita que ele pode vir no tempo estimado (que é agora), e a outra metade de nós sabe que ele virá nos buscar, e nesta esperança, o aguardamos preparados, em arrependimento e consagração.

Não deixemos que digam que o Amado não vem agora, mas deixemos que a nossa empolgação de Noiva nos mantenha dignos deste Noivo infalível, dignos de escapar de sermos contados com os que o odeiam (Lucas 21.25-36).

28 de setembro de 2020

"Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de YHWH, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com agradecimentos." Filipenses 4.6

Nossa geração nunca passou por tempos dificultosos como os atuais, mas é certo que quem estiver aos pés do Rei dos reis não estará perdido, desamparado.

Neste trecho da epístola aos Filipenses, o apóstolo dos gentios aconselha o pedirmos e o agradecermos, porque, mais do que ninguém, ele conhecia o poder do Pai Criador, almejando que os irmãos exercitassem sua confiança e relacionamento com YHWH, mesmo em face do que lhes poderia preocupar.

Dedique sempre algum tempo para estar sob a influência do Soberano, lendo as Escrituras, especialmente as cartas paulinas, porque, as influências dos noticiários e das novelas todos já conhecemos o suficiente.

29 de setembro de 2020

"Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; antes, foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado." Hebreus 4.15

Foi para nos conduzir ao seu Pai, que o Filho morreu e ressuscitou: primeiro para nos libertar do pecado, depois para nos prometer a vida eterna. E neste plano maravilhoso, nosso papel é bem pequeno, mas não desimportante: nosso papel é nos afastarmos das nossas maldades (Atos 3.26), dando assim, lugar ao seu Espírito, para que nos guie, conforme melhor descrito em Romanos 8.1-17.

30 de setembro de 2020

"Pois esta é a vontade de YHWH: a vossa consagração, que vos aparteis da luxúria; que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em consagração e honra, não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a YHWH." 1 Tessalonicenses 4.3-5

Os poderosos deste mundo sabem muito bem que a família é o principal foco de resistência aos seus planos de maior dominação, por isso enaltecem a sensualidade e a perversão sexual, para que não hajam famílias como as deles.

Os irmãos em Tessalônica foram intensamente elogiados pelo apóstolo dos gentios, mas ele considerou importante relembrá-los de que YHWH pede contas da imoralidade sexual (v. 6), exatamente porque nos ama e às crianças, e nos quer fortes socialmente, e firmados na sua Presença, com entendimento.

"Portanto, quem desprezar estas instruções não despreza um homem, mas a YHWH, que vos infundiu o seu Espírito." 1 Tessalonicenses 4.8

Se você tem dificuldade nesta área, como também tive, mas quer se livrar deste embaraço, peça ajuda em oração e procure dar ouvidos ao Espírito de YHWH. Lendo também Romanos 6, 1 Coríntios 6.9-7.9, Gálatas 5.16-26 e Efésios 4.17-5.14

1 de outubro de 2020

"Porque YHWH não faz acepção de pessoas." Romanos 2.11

Lendo do início o capítulo 2 da carta do nosso apóstolo aos Romanos, podemos concluir que não será uma ou outra religião que nos confirmará diante do Trono, mas os frutos das nossas ações, que também não nos salvam, mas servem de testemunho favorável ou contrário à nossas almas.

Ainda que algumas maneiras de servir ou doutrina melhor se aproximem do que, conforme as Escrituras, agrada ao Pai, este se compadece de quem quer (e liberta a quem quer ser liberto), conforme Romanos 9.14-18, e ainda que ame a todos, sabe que nem todos corresponderão seu amor.

2 de outubro de 2020

"Não ameis o mundo nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai. Porque tudo o que há no mundo - a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e o orgulho da riqueza - não vem do Pai, mas do mundo. Ora, o mundo passa com a sua cobiça; mas o que faz a vontade de YHWH permanece eternamente." 1 João 2.15-17

Para entendermos estas palavras escritas pelo apóstolo João, precisamos saber que, quando fala do mundo, não fala da natureza, mas da sociedade humana, até porque os animais não enriquecem ou acumulam bens. Sei que nenhum de nós se considera rico (o que não seria um pecado, mas um grande encargo), mas aqui trata-se da "soberba da vida" que poderíamos traduzir livremente como a "garantia da abastança" (o que é compreensível almejarmos, desde que nos lembremos dos que não têm esta garantia).

Assim sendo, somos lembrados pelo apóstolo que os atrativos desta sociedade notadamente injusta são ilusões, são distrações e enganos que afastam a maioria das pessoas de fazerem a vontade do Pai Criador, que poderia ser resumida em termos a forma do seu Filho, em nos tornarmos seres realmente humanos, cada dia mais parecidos com eles, não por mérito nosso, mas por nossa espontânea colaboração com a sua piedade por nós, não conforme os imaginamos serem, mas de acordo com as verdades reveladas nas Escrituras, que se deliberadamente negligenciadas, servirão de testemunho contrário aos que as negarem.

3 de outubro de 2020

"Pois tudo quanto, outrora, foi escrito para o nosso ensino foi escrito, a fim de que, pela perseverança e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança." Romanos 15.4

Nestas palavras, o nosso apóstolo fala das Escrituras a que tinha acesso: o Antigo Testamento (a Lei e os Profetas) e as boas novas da vida, da morte e da ressurreição do Filho de YHWH, conforme Lucas (1 Coríntios 15.5), porque àquela altura da história, a Bíblia como a conhecemos, ainda não havia sido compilada, ou seja, os livros que a compõe ainda não haviam sido escolhidos.

A Bíblia, porém, é importante porque nos revela quem é YHWH, qual a sua vontade, e o seu amor por nós, indicando à nossa consciência o que é mais certo para além do que meramente achamos ou aprendemos neste curto período de vida, pois, como por um milagre, estes textos preciosos nos chegam revelando a salvação anunciada desde a queda do gênero humano, se mostrando verdadeira no muito em que se cumpriu, está se cumprindo agora mesmo, e ainda vai se cumprir. Leia as Escrituras: você só tem a ganhar!

4 de outubro de 2020

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Resposta a uma colocação honesta

"Precisamos pensar também por outro lado, que quando uma instituição cresce demais, é impossível querer almejar qualquer unidade, sem hierarquia, sem ritos definidos. Eu não consigo entender o problema na verdade de haver hierarquia, afinal, hierarquias existem em tudo que observamos na realidade."

Resposta: Olá! Sua colocação é bastante válida e sincera, percebo. Da altura em chegamos à história da igreja, é compreensível acharmos normais as coisas como são, mas em face das Escrituras e da própria história, o que vemos agora não é o que foi lançado originalmente. Nos primórdios do caminho sagrado aberto por nosso Salvador e continuado pelos apóstolos, não havia: (a) uma instituição central porque a igreja é feita de irmãos em cidades (e a centralização do poder sobre tão expandido corpo pertence exclusivamente ao nosso Mestre, sendo humanamente impossível um controle central falível ser autêntico); (b) hierarquias humanas nos moldes políticos porque cada membro em cada igreja de cada cidade possui uma função (e o nosso Rei condenou em Lucas 22.25-27 e em Apocalipse 2 [os nicolaítas não eram uma seita, mas o comportamento de dominação que ele declarou odiar no v. 6, do grego, niko é conquista e laos é leigos] a prática de uns dominarem sobre os outros). A constituição de um apóstolo, que é o semeador ou fundador de grupos a serem através dele convertidos, é realizada exclusivamente por uma manifestação ou chamamento direto do Ressurreto ao tal "enviado" que poderá, em seu labor, constituir bispos, ou seja, supervisores de um grupo de irmãos naquela região. Sem o chamamento como o de Paulo (Sha'ul) ou o dos 12, não há autoridade real envolvida (exatamente porque um apóstolo [enviado] é o "autor" dos grupos de irmãos que não conhecem o evangelho). Como dizem alguns, a igreja, seja ela a local ou a universal, é um organismo divino e não uma instituição humana. Perdoe a resposta alongada, porém resumida, já que existem inúmeras passagens bíblicas que documentam este ensinamento. Recomendo a leitura de Efésios 2.20-22 (este é o fundamento verdadeiro, com a Pedra de Esquina verdadeira). Sobre nicolaísmo: https://pt.wikipedia.org/w/index.php?oldid=59491554#Etimologia Abraços!

Original: https://bit.ly/3jn5X6O

sábado, 12 de setembro de 2020

Triunidade, não

Estas são Escrituras que mostram claramente que o Filho não é o próprio Altíssimo, como muitos afirmam.

O Altíssimo é imortal, nunca morreu. 1 Timóteo 1.17, 6.16 (a quem homem algum jamais viu); Daniel 12.7

O Filho está sujeito ao Pai Criador. 1 Coríntios 11.3, 15.24-28 (então, o próprio Filho também se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou)

O Cordeiro é nosso irmão e Mediador. 2 Coríntios 5.18-21; 1 Timóteo 2.1-7; Hebreus 2.10-18, 4.14-16, 5.5-10, 7.25 (vivendo para sempre para interceder por eles), 9.27-28

O Filho não se ressuscitou, mas foi ressuscitado pelo Todo-poderoso.
Gálatas 1.1; Efésios 1.15-23; Filipenses 2.9-11; Colossenses 2.11-12; Hebreus 11.17-19, 13.20-21

O Soberano nunca foi tentado. Tiago 1.13-15; Hebreus 4.15; Lucas 4.1-13

O Filho e o Pai são pessoas distintas.
2 Pedro 1.16-21; 1 Pedro 2.4-8; Tiago 2.19 (crês tu que YHWH é um só?); Hebreus 1.5-14; 1 Colossenses 1.13-20; Marcos 12.28-37; Apocalipse 5.6-14, 6.15-17, 7.10, 12.10, 14.1,4, 19.10, 21.22-23

O Filho não falava consigo, mas com o Altíssimo. Lucas 22.39-42, 23.44-46; Mateus 7.1+ 

O Soberano de Abraão, Isaque e Jacó deu testemunhos de seu Filho. Isaías 53 (todavia foi do agrado de YHWH esmagá-lo [10]; pelo seu conhecimento o meu servo justo justificará a muitos); Mateus 12.15-21; Lucas 3.21,22 (tu és meu Filho amado; em ti me tenho comprazido), 9.34,35, 20.9-19

"Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas na sua roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome, e qual é o nome de seu filho, se é que o sabes?" Provérbios 30.4 (Agur)

segunda-feira, 25 de maio de 2020

Comentário sobre casamento

Aprendamos a julgar com a retidão que nos foi legada pelas Escrituras: não seria o correto que o homem ou mulher em adultério voltasse para a esposa ou esposo que aguarda (sem um novo compromisso) a restauração do casamento e da família? Imagine aquela mãe solteira abandonada por um homem infiel, aguardando o pai da sua criança de volta do laço em que caiu. E tem mais: assim como foi no deserto sobre o Maná e a carne, assim também o casamento é sombra do Definitivo, no Arrebatamento. Portanto, se violarmos como os israelitas violaram o que fora proposto pelo próprio Criador, e nós numa Aliança superior àquela, não colheremos o fruto das injustiças? O compromisso social do casamento e com a família da virgem estava centrado no quesito reprodutivo (exatamente para que ninguém criasse o filho de outro homem sem saber), mas tem vários outros aspectos emocionais envolvidos. A Escritura relata as palavras do Mashiach ensinando que não devemos separar o que YHWH uniu.

Agora dou minha opinião, fora da Escritura: se não houve filho, e ambos já assumiram novo compromisso social, TALVEZ seja lícito. Porque se houver filho, a parte repudiada pode querer muito criar seu filho, mais do que estar com um novo cônjuge, então nesse caso, não seria bom nem cordial separar pai ou mãe de filho do convívio diário. O assunto é delicado mesmo, mas todos os convertidos serão guiados pela Presença de YHWH a fazerem o que sabem ser o certo.